PARA ADESÃO DE ASSOCIADO

"A psicopedagogia estuda a aprendizagem normal e patológica tanto com um sentido preventivo como terapêutico. A aprendizagem abre o caminho da vida, do mundo, das possibilidades, até de ser feliz."
Jorge Visca

abpp.es@gmail.com
Telefone: (27) 8875-4508




12 DE NOVEMBRO - DIA DO PSICOPEDAGOGO

O CRESCIMENTO DA CATEGORIA DEPENDE DO NUMERO E DO TRABALHO DOS ASSOCIADOS. FAÇA SUA PARTE ASSOCIE-SE E JUNTE-SE A NÓS PARA CRESCIMENTO DA PSICOPEDAGOGIA NO NOSSO ESTADO.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

12 DE NOVEMBRO DIA DO PSICOPEDAGOGO

video
Nesse dia a ABPp-ES em Ato Normativo da sua
Coordenação, concedeu o
Título de Sócia Honorária
a pioneira da Psicopedagogia no Espirito Santo
Sra. Lays Lugão Carvalho
, como voces poderão ver no
video ao final ela com seu Certificado em Moldura.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

AUTORIAS VOCACIONAIS - COM ALICIA FERNADEZ


Caro associado,
Estamos nos organizando para o Curso de Autorias Vocacionais, com a Alicia Fernandez e com uma preocupação grande de atender preferencialmente aos associados da ABPp-ES, que sabemos que conhecem e admiram o trabalho dela... Só temos disponível para inscrição, metade das vagas e pedimos que os(as) associados(as) interessados(as) façam logo suas reservas porque vamos abrir para outras pessoas que já demostraram o desejo de participar.
Um abraço amigo e psicopedagógico,
Maria da Graça Von Krüger Pimentel
Coordenadora da ABPp-ES

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

SIMBOLO DA PSICOPEDAGOGIA


Prezado Psicopedagogo
É com imensa satisfação que apresentamos o Símbolo da Psicopedagogia eleito por maioria de votos no VIII Congresso Brasileiro de Psicopedagogia realizado em São Paulo de 9 a 11 de julho de 2009.A Diretoria Executiva da ABPp, por quase uma década tem se mobilizado de diferentes formas para que fosse criado e adotado um símbolo que representasse a atividade profissional do Psicopedagogo. A idéia foi encampada pelo Conselho Nacional da ABPp que, após vários estudos e sugestões trazidas pelas Seções e Núcleos se propôs a fazer um trabalho reflexivo com o grupo de conselheiras, para que as idéias pudessem ser gestadas a partir dos conceitos que norteiam a identidade da Psicopedagogia, a fim de que a escolha pudesse ser a que melhor se adaptasse aos objetivos propostos.Assim, ao se definir e conceber o símbolo da profissão, buscamos produzir uma síntese das consciências particulares, estabelecendo, conseqüentemente, através daquela concepção a consciência coletiva do segmento profissional.Inspirado nos valores éticos inerentes à nossa profissão e nos princípios e significados da simbologia, o símbolo deveria traduzir toda a grandeza da Psicopedagogia. Nossa proposta para sua criação tinha como objetivo estabelecer o vínculo com nossa história e, resgatar seu real significado que, hoje mais do que nunca, permanece através da legitimidade que a sociedade lhe atribui.Como resultado de todo este processo, a proposta de se partir da simbologia da Fita de Möbius foi aprovada.
Por que Fita de Möbius?Em 1858, o matemático e astrônomo alemão Auguste Ferdinand Möbius ao pesquisar o desenvolvimento de uma Teoria dos Poliedros, descobriu uma curiosa superfície que ficou conhecida com seu nome, a Fita de Möbius. É uma fita simples que tem duas superfícies distintas (uma interna e outra externa) limitadas por duas margens. Trata-se de uma superfície de duas dimensões com um lado apenas. Assim, se caminharmos continuamente ao longo da fita, atravessamos ora uma, ora outra dimensão.O que encanta nesta fita é a sua extraordinária simplicidade aliada a um resultado complexo – transformando o finito em infinito.Estas idéias foram passadas para dois design-gráficos que apresentaram algumas propostas, as quais foram apresentadas para no VIII Congresso Brasileiro de Psicopedagogia para que os congressistas votassem.
O significado do Símbolo eleito foi descrito da seguinte forma:
Fita de Moebüs com 3 voltas. Representa o olhar do Psicopedagogo. As voltas estão dispostas de forma a representar a aprendizagem do indivíduo. O círculo central representa o indivíduo em processo para a aquisição de conhecimento, chegando ao fim com mudanças perceptíveis (círculo vermelho). Esse símbolo foi assim representado com o propósito de caracterizar nossa área de atuação, representando o Psicopedagogo com suas características próprias.
Esperamos que nosso Símbolo seja amplamente divulgado!
Um forte abraço
Quézia Bombonatto
Presidente Nacional da ABPp

sábado, 1 de agosto de 2009

COMISSÃO DE TRABALHO APROVA REGULAMENTAÇÃO PARA PSICOPEDAGOGO




A UNIÃO FAZ A FORÇA - deixem o seu apoio para a Comissão de Justiça entrem no site do deputado abaixo e repassem para todos apoiarem.

Aconteceu - 30/12/2008 16h10
Trabalho aprova regulamentação para psicopedagogo Laycer Tomaz. A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou, no último dia 17, o Projeto de Lei 3512/08, da deputada Professora Raquel Teixeira (PSDB-GO), que regulamenta a atividade profissional do psicopedagogo. Pela proposta, a profissão poderá ser exercida pelo portador de diploma de graduação em Psicopedagogia, pelo diplomado em Psicologia ou Pedagogia e pelo licenciado que tiver concluído curso de especialização em Psicopedagogia. A especialização deverá ter duração mínima de 600 horas e carga horária de 80% na especialidade.A comissão também aprovou duas emendas apresentadas pela relatora, deputada Gorete Pereira (PR-CE). Uma das emendas autoriza o Executivo a criar um órgão fiscalizador do exercício da profissão. "Deve ser lembrado que os dispositivos relacionados a infrações e penas somente são eficazes se houver esse órgão responsável", disse a relatora.A outra emenda estabelece o dever de sigilo profissional, ou seja, o psicopedagogo deverá manter sigilo sobre os fatos de que tenha conhecimento em virtude do exercício de sua atividade. Ele poderá compartilhar essas informações com outros profissionais envolvidos no atendimento do cliente, desde que também sujeitos a sigilo profissional. O desrespeito a essas normas configura infração disciplinar grave.A relatora informou que a inclusão do sigilo profissional foi uma sugestão de representantes da própria categoria.AtribuiçõesEntre as atribuições do psicopedagogo estão a intervenção para a solução dos problemas de aprendizagem; a utilização de métodos, técnicas e instrumentos que tenham por finalidade a pesquisa, a prevenção, a avaliação e a intervenção relacionadas com a aprendizagem; e o apoio psicopedagógico aos trabalhos realizados nos espaços institucionais.Pelo projeto, o portador de diploma superior de outra especialidade que já estiver exercendo ou tiver exercido atividades profissionais de Psicopedagogia, em entidade pública ou privada, terá preservado o direito a esse exercício profissional.TramitaçãoO projeto tramita em caráter conclusivo e seguirá para a análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.íntegra da proposta: PL-3512/2008 Notícias anteriores no site da www.camara.gov.br :- Trabalho aprova regulamentação da profissão de pedagogo- Projeto obriga escola a ter orientador educacional- Câmara eleva função pedagógica a profissional de educação- Proposta muda regras de formação para professor Reportagem - Luiz Claudio PinheiroEdição - Pierre TriboliFonte: Agência CâmaraTel. (61) 3216.1851/3216.1852Fax. (61) 3216.1856 agencia@camara.gov.br
Este Projeto está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal aguardando parecer do Relator. Escreva para Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) ou para o Relator, Dep. Maurício Quintella Lessa (PR-AL) e dê a sua opinião reforçando o voto favorável.Contatos com o Deputado Relator: http://br.mc358.mail.yahoo.com/mc/compose?dep.mauricioquintellalessa@camara.gov.br http://www.mauricioquintella.com.br/
Endereço para correspondência: Gabinete 425 - Anexo IVCâmara dos DeputadosPraça dos Três PoderesBrasília - DF CEP: 70.160-900
Telefones do Gabinete do Deputado:(61) 3215-5425 - Fax:(61) 3215-2425

sexta-feira, 5 de junho de 2009



As Interlocuções da ABPp-ES pretende ser um evento constante.
Cada Interlocução tem a duração de 2 horas.
O participante pode fazer quantas Interlocuções ele quiser e puder, e vai guardando os certificados, quando ele fizer um tanto de horas que quiser trocar por apenas um certificado nós trocaremos com o total de horas somado de todas as Interlocuções particidadas e com a discriminação dos temas e palestrantes atrás do certificado.